Como saio das dívidas?

Quando estamos endividados ė como se faltasse o ar. Temos que lidar com o nosso julgamento, o dos outros e ainda ter cabeça fria para achar uma saída.

Conhecendo o real tamanho do buraco é o melhor caminho.

Faça um levantamento completo de tudo o que deve e um raio-x de cada dívida:

Valor inicial
Quanto já pagou
Quanto falta pagar
Qual os juros reais ( normalmente abusivos)
Qual o Custo Efetivo Total (que é a soma encargos, tributos, taxas e despesas embutidas na dívida)

Depois desse diagnóstico, faça uma lista da dívida mais cara para a mais barata, mas isso não que dizer que você vai pagar a mais cara. Você vai a pagar a que for possível, ou a que tiver risco real de perder algum bem, como o condomínio, ou o financiamento, por exemplo.

Aproveite quando ocorre o feirão limpa nome do Serasa, os descontos podem chegar a mais de 98% nesses eventos.

DICA BÔNUS: antes de partir para negociação vá acumulando algum valor, pois quando você faz uma proposta para pagamento a vista os descontos são maiores.

Sua situação financeira não te define.

Quando resolvi que ia mudar minha vida financeira já tinha mais de 40 anos. Já contei isso aqui quando falei sobre a criação do blog.

O que não contei é que nem tudo foram flores nesse processo. Não tinha mais o tempo ao meu favor para fazer o milagre dos juros sobre juros agir.

Muita gente ria quando eu dizia que estava estudando finanças, mas nunca fui mulher de deixar me dizerem o que posso ou não fazer.

Quando te bater uma insegurança lembre de mim, uma pessoa toda errada, que chegou aos 40 anos devendo mais de 1 milhão de reais e hoje, antes dos 50 já não deve mais nada.


Se eu consegui, você também consegue. Não ganhei herança, não fiz nada ilícito, só foquei de tal maneira que deu certo.

Alguns amigos me perguntam – Por que você fica criando conteúdo gratuito na internet, isso demanda tempo e dedicação?

A resposta é muito simples, porque eu quero que todas as pessoas tenham a mesma sensação que eu tive de liberdade. Foi como renascer, e se pelo menos uma pessoa aqui, entre todo mundo que visita esse blog, conseguir passar de devedora a investidora, já terá valido a pena.

Só quem já foi um devedor pode entender do que estou falando. Se você está nessa situação ignore as opiniões que te puxam para baixo, monte sua estratégia de guerra e ataque.

Só o fato de você estar lendo esse texto já mostra que está no caminho certo. Pode contar comigo sempre. Esse blog está cheio de dicas práticas e é um espaço aberto para deixar suas dúvidas.

Conta comigo!!!

.